Voltar para Página principal
Em Comédia, Notícias

Dica Netflix: Um Cadáver Para Sobreviver (2016)

  • 18 de fevereiro de 2017
  • Por Gabriella Tomasi
  • 0 Comentários
Dica Netflix: Um Cadáver Para Sobreviver (2016)
No votes yet.
Please wait...

Já pensou que um peido poderia ser utilizado como uma metáfora para nossa própria aceitação como seres humanos imperfeitos?

Por que temos medo de expor nossos sentimentos, nos privamos da comunicação com o outro ou de simplesmente sermos livres para ser quem nós queremos sem nos preocupar com o julgamento do próximo?

Pois bem. É dessa maneira que a mensagem em Um Cadáver para Sobreviver lindamente se constrói durante a narrativa.

A história gira em torno do personagens Hank, (Paul Dano) o qual se encontra em uma ilha deserta completamente sozinho e perdido. Prestes a morrer, ele encontra o corpo de Manny (Daniel Radcliffe) na praia quase morto. Assim, percebendo que ele consegue se transformar fisicamente em várias ferramentas úteis, ambos iniciam uma jornada em busca da civilização.

Ironicamente, portanto, Hank encontra sobrevivência e vida na própria morte (cadáver). Porém, portando-se como um recém-nascido, alguém que acaba de descobrir o mundo, Manny é a figura inocente que desconhece todas as convenções e regras humanas, o que, por conseguinte, acaba gerando importantes questões e reflexões em Hank que se vê obrigado a educá-lo.

Um road movie, portanto, que vale a pena por ser tão emocionante e tão engraçado em suas tiradas e gags que, na superfície podem parecer ridículas, mas que possui um sentido profundo em cada uma delas.

Imperdível.

Um Cadáver para Sobreviver (Fotos por IMDb)

Por Gabriella Tomasi, 18 de fevereiro de 2017 Crítica de cinema, autora do site Ícone do Cinema, colunista para o site Cabine Cultural, membro do Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema - ELVIRAS. É escritora e tradutora voluntária para a ONU.

Gabriella Tomasi

Crítica de cinema, autora do site Ícone do Cinema, colunista para o site Cabine Cultural, membro do Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema - ELVIRAS. É escritora e tradutora voluntária para a ONU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação de Segurança *

Encontre-nos no instagram

@